Júri Oficial

Foto - Anti Ribeiro.jpeg
Foto - Helio Ronyvon.jpg
Foto - Julia Morais.jpg
Foto - Pipa Dantas.jpg
Foto%20-%20Fab%C3%ADola%20Silva_edited.j
Foto%20-%20Marlom_Meirelles_edited.jpg

Anti Ribeiro

 

Anti Ribeiro (SE/PE) é pesquisadora de ficções, curadora em audiovisual, educadora e produtora sonora. Ministra projetos educativos como a Oficina de Afroficção, dedicada a discutir e incentivar a participação de pessoas racializadas na proposição de narrativas; e o curso Ficção Como Arma de Guerra, um exercício poético-científico que investiga as (im)possibilidades de abrir portais fugazes de rompimento das regras desta realidade colonial. Trabalha como curadora no Recifest - Festival da Diversidade Sexual e de Gênero do Recife (PE), da Mostra Macambira (RN) e da Semana do Audiovisual Negro (PE). Como produtora sonora, já contribuiu para o álbum EU NÃO SOU AFROFUTURISTA da biahits, incentivado pela plataforma Pivô Satélite e compôs trilha sonora original para o filme 2021: LETTER FOR THE PRETA READER OF THE END OF THE TIMES, de Michelle Mattiuzzi e Jota Mombaça. É co-fundadora da coletiva recifense SCAPA (@ssscapa), dedicada a criar plataformas festivas, in-formativas e de fruição para artistas indígenas e pretes.

Helio Ronyvon

 

Graduado em Rádio e TV e mestre em Estudos da Mídia (Cinema Documentário), Helio Ronyvon é roteirista dos longas "Todas as cores do branco" e "Meu sofá”, ambos com temáticas que abordam a luta das minorias dentro do contexto brasileiro atual. Foi roteirista também dos curtas  "No fim de tudo" e do "Três vezes Maria", contemplados pelo edital Cine Natal/FSA 2013 e 2014. Diretor e roteirista do filme "Sêo Inácio (ou O cinema do imaginário)", vencedor de mais de 20 prêmios, incluindo melhor diretor no 13º Curta Santos. Helio escreveu e foi produtor executivo de "Abraço de maré",  vencedor da 10ª Mostra de cinema e direitos humanos no mundo. Trabalhou como assistente de roteirista na empresa Chatrone, produtora responsável pela criação das séries: Gaby Estrella (Gloob - 3 temporadas), Sem Volta (Record) e Juacas (Disney XD), além da produção dos longas: Festa no céu (Fox) e Gaby Estrella - O Filme (Downtown). Helio foi supervisor de roteiro e diretor de episódio da série “Septo”, vencedora do Rio Webfest 2018.. 

 

 

Julia Morais

 

Doula, empreendedora, produtora e cineasta formada no Bacharelado Interdisciplinar em Artes com ênfase em Cinema e Audiovisual na UFBA. É Coordenadora de Curadoria Nacional na Mostra Itinerante de Cinemas Negros Mahomed Bamba (MIMB), e produtora da CineQuebradas, mostra auto-organizada e periódica de cinema, produzida por e para mulheres negras LBTQ, ambas em Salvador, Bahia.



 

Pipa Dantas

 

Pipa Dantas é montadora e membro-fundadora do Coletivo Caboré Audiovisual. Com experiência no cinema independente, também já trabalhou com TV, publicidade, campanhas políticas, além de ter exercido as funções de diretora geral e produtora de set. Integrou a equipe de obras com participação e premiação em festivais e mostras nacionais e internacionais como Festival de Cinema de Gramado, Curta Santos, Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, For Rainbow, entre outros. Vencedora de cinco prêmios de Melhor Montagem, também ministrou o módulo de pós-produção nas Oficinas de Audiovisual em Mãe Luiza e Oficinas Caboré de Formação Audiovisual, projetos desenvolvidos pelo Coletivo Caboré com o objetivo de capacitar pessoas jovens e adultas para produção audiovisual no Rio Grande do Norte.

Fabíola Silva

 

Nascida e criada no Beiru, Fabíola Silva, Diretora  de Fotografia e 1° assistente de câmera, realizadora da CineQuebradas. Seus principais trabalhos são :"Solidão da mulher preta" (videoclipe, 2018, Direção), "1/3 da tropa (videoclipe, 2018, Direção e Direção de Fotografia), "Maré Kawô" (videoclipe, 2018, Direção de Fotografia), "Programa transmissão", "Programa de Tv Canal Brasil" (2020, Operadora de Câmera e Assistente de Fotografia), "Amora" (videoclipe, 2020, Direção e Direção de Fotografia), "Documentário Rainhas da Favela" Salvador (2020, Direção de Fotografia). Atua no cinema desde 2010 e segue até quando o tempo quiser.

Marlom Meirelles

 

Fundador da Eixo Audiovisual, produtora independente de cinema, vídeo e TV. Com formação em cinema na segunda turma do Norte/Nordeste, atua no mercado desde o ano de 2009. É idealizador do Curta na Serra – Mostra de Cinema ao Ar Livre, realizado na cidade de Bezerros.  Orientou e co-dirigiu mais de 70 documentários, muitos deles premiados e exibidos em festivais de cinema. Viabilizou a captação de recursos e produção de cinco livros e também produziu fóruns nacionais de cinema e educação. Foi coordenador pedagógico das ações formativas do projeto CineCabeça, à frente do Cabeça de Cinema, que resultou em 12 cursos de iniciação em cinema em escolas públicas estaduais na Região Metropolitana do Recife. Conceituou e produziu o curso História do Cinema Pernambucano, resultado de uma densa pesquisa sobre os ciclos de cinema do Estado. É coordenador e professor dos projetos Documentando e Mídias Móveis, oficinas temáticas de iniciação audiovisual. Fotógrafo com experiência internacional e dois prêmios Pernambuco Nação Cultural .

Júri da Crítica (ACCiRN)

Foto - Laisa Trojaike.jpeg
Foto - Sihan Felix.jpg
Foto%20-%20Thales%20Azevedo_edited.jpg

 Laisa Trojaike

 

Laísa é crítica de cinema, membro-fundadora da Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Norte (ACCiRN), e redatora do Canaltech. Mestre em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e graduanda em Comunicação Social: Produção Audiovisual pela Universidade Potiguar (UnP).

Sihan Felix

 

Sihan Felix é professor, pós-graduado em cinema e atuante como crítico desde 2008, sendo membro da Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro (ACCRJ) e cofundador e atual presidente da Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Norte (ACCiRN). Foi redator de diversos portais e jornais, passou pela distribuidora Versátil Home Video e, atualmente, escreve para o Canaltech, vencedor do Prêmio Influenciadores Digitais em 2018, 2019 e 2020.

 

 

Thales Azevedo

 

Thales Azevedo é membro cofundador da ACCiRN (Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Norte), sendo pós-graduado em cinema e pós-graduando em sexualidade humana.  É colunista do Portal SetCenas e costuma participar de júris de mostras com temáticas voltadas para Gênero e Sexualidade.