Apresentação

A AFRONTE – Festival de Cinema LGBTQIAP+ teve sua primeira edição em dezembro de 2019 e se preocupou em ser o primeiro festival de cinema do RN a trazer em sua programação apenas filmes dirigidos por profissionais LGBTQIAP+’s, priorizando as narrativas que dessem destaque ao protagonismo desse nicho. Tivemos uma curadoria que buscou representar todas as letras da sigla, além de se atentar a importância do recorte racial e de gênero nos filmes selecionados. Em nossa primeira edição, destacamos a exibição dos filmes “Bixa Travesty”, “Rafiki”, “Negrum3”, “Quebramar”, “Estamos Todos Aqui”, entre outros. 

Atualmente, estamos em nossa segunda edição e continuaremos com o cuidado em representar a pluralidade da sigla LGBTQIAP+ em frente e atrás das telas, mas desta vez não apenas por profissionais que ocupem a direção. Ampliamos a representação para outros cargos chaves, tendo em vista que um filme não se faz apenas pelo olhar da direção.

A violência contra a população LGBTQIAP+ está diretamente conectada com a discriminação que transpassa a nossa sociedade. Em 2013, o Rio Grande do Norte foi considerado um dos estados mais violentos para LGBTQIAP+’s no Brasil. Recentemente, em 2018, um mapeamento inédito, feito no estado pela ativista Rebecka de França (Atransparência-RN), mostra um cenário de violência moral, física e de exclusão sobre a população LGBTQIAP+. Quando olhamos a nível internacional, o Brasil ocupa o primeiro lugar nas Américas em quantidade de homicídios de pessoas LGBTs e também é o líder em assassinato de pessoas trans no mundo.

Sabendo que os filmes podem exercer um papel reafirmador de estigmas e preconceitos, a AFRONTE tem, desde sua criação, o objetivo de dar voz para os LGBTQIAP+’s que queiram ser os contadores de suas próprias histórias, se colocando como uma importante ferramenta para combater a intolerância, o preconceito e a exclusão da população LGBTQIAP+

Quem somos

andre.png
babi.png
toto.png

André Santos - Diretor Geral

 

Sócio-fundador e administrador da Caboré Audiovisual. Graduado em Comunicação Social e Letras, especialista em Cinema e mestrando em Estudos da Mídia, com pesquisa focada no cinema negro e LGBT+ brasileiro. Na universidade, dirigiu e escreveu os curtas “Rastro da Flor”, “Do Mar” e “Vida Pouca”, que rodaram festivais dentro e fora do Brasil, recebendo prêmios. É um dos diretores das 3 temporadas da websérie “SEPTO” (Melhor Direção - SP Webfest). Dirigiu e escreveu os curtas “Natureza do Homem”, “Dias Felizes” e, recentemente, "Time de Dois". Assina também os roteiros dos longas-metragens “Corpo Clandestino” e “Meu Sofá”, contemplados para desenvolvimento. É idealizador e diretor geral da Afronte - Festival de Cinema LGBTQIAP+ e idealizador do Laboratório de Narrativas LGBTQIAP+.

Babi Baracho - Produtora Executiva

 

Babi Baracho é sócio fundadora e administradora da Caboré Audiovisual, Bacharel em Cinema e Audiovisual (UNP) e Especialista em Cinema (UFRN). Possui experiência com Coordenação de Projetos, Produção, Produção Executiva e Direção. Foi Diretora de Produção dos curtas "Som do Morro" (Canal Futura), “No Fim de Tudo” (Canal Brasil), “Vai Melhorar” (Prêmio de Aquisição – Canal Curta), dentre outros. É Produtora Executiva do projeto LabMEDEIAS – Laboratório de Roteiro para Mulheres, de diversos curtas da Caboré Audiovisual, da websérie “Septo”, a qual também exerce a função de Diretora Geral, e da série documental “O Mundo Delas” (Travel Box Brazil), em fase de contratação com a Ancine/FSA pelo Prodav/02. Além das produções, Babi ministrou oficinas de produção no RN e participou de mesas e palestras. 

 

 


 

Vitória Real - Coordenadora Geral

 

Vitória Real é bacharel em Comunicação Social e Especialista em Cinema, ambos pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Foi Pesquisadora-Documentarista no projeto Narrativas, Memórias e Itinerários, do Núcleo de Antropologia Visual da UFRN e concluiu o curso de Cinema Digital, na Academia Internacional de Cinema, em São Paulo. Atua no mercado cinematográfico desde 2013, tanto em produções cinematográficas quanto em festivais e mostras de cinema. Vitória foi uma das diretoras das três temporadas da websérie Septo, e também foi roteirista das duas últimas temporadas da mesma. Vitória é idealizadora e assina o Podcast “Roteiros São de Vênus", sobre escrita criativa.



 

Renata dos Passos.jpg
Renata Passos
Assistente de Produção
Ilana Vasco .jpg
Ilana Vasco
Assistente de Produção
Ricardo.jpeg
Ricardo Nunes
Estagiário de Produção
IMG_0790.jpg
Mylena Sousa
Making Of